O visto E-2  permite que empreendedores internacionais morem nos EUA por meio do investimento em um novo negócio que, para ser qualificado, deve atender uma série de exigências. Uma vez concedido um visto E-2, o investidor, bem como seus familiares diretos (cônjuge e filhos menores de 21 anos), podem morar nos EUA. 

O visto geralmente tem uma duração de 2 a 5 anos, e pode ser continuamente renovado, contanto que o negócio se mantenha operacional. Para ser elegível para este visto o candidato deve ser cidadão de um dos países que tenham tratado comercial com os EUA. Há cerca de 80 países que fazem parte desta lista. Alguns exemplos são: Itália, Argentina, Chile, Canadá, França, Alemanha, Japão, México, Suíça, Inglaterra e outros.

A lei não especifica um valor mínimo, e simplesmente requer que o solicitante do visto E-2 faça um "investimento substancial" para o tipo de negócio, ou seja, o investimento deve ser suficiente para cobrir todas as despesas  da nova empresa, necessárias para desenvolver o negócio e prepará-lo, ao ponto de estar pronto para iniciar as operações, também deve incluir uma reserva de capital de giro na conta da empresa suficiente para cobrir as despesas do dia-a-dia até que o negócio seja capaz de gerar renda suficiente para se sustentar. O requerente E-2 precisa investir a quantidade necessária para garantir o bom funcionamento do negócio, o recomendado é pelo menos US$100.000 para uma solicitação forte de visto E-2. No entanto, uma vez que a lei não estabelece um mínimo, é possível qualificar para o visto E-2 com US$50.000, de forma a estabelecer um negócio menor e de baixo custo.

1.    A empresa deverá comprovar capacidade financeira de gerar o sustento do investidor e dos membros da família (dependentes) de forma confortável nos EUA. Quanta renda é necessária depende do custo de vida da região onde a empresa está localizada, bem como o número de pessoas na família do requerente (dependentes).

2.        A empresa precisa gerar emprego significativo para os trabalhadores americanos.

A contratação de pelo menos alguns funcionários dentro de um prazo razoável a partir do início das operações, geralmente satisfaz a exigência de criação de emprego.

3.       O empreendedor estrangeiro deve demonstrar o conhecimento e as habilidades necessárias para operar o negócio com sucesso. Não há exigência de escolaridade ou experiência mínima.

A lei que rege o visto E-2 exige que o candidato tenha controle administrativo completo do negócio. É fundamental que o investimento do negócio nos EUA seja realizado antes de iniciar o processo de solicitação do visto E-2, seja por meio da aquisição de um negócio, ou do estabelecimento de um novo negócio, pelo menos, ao ponto de estar pronto para iniciar as operações. O governo dos EUA exige que o investidor E-2 comprometa o investimento financeiro de forma irrevogável por efetivamente comprar o negócio ou investir os fundos necessários para o desenvolvimento negócio antes de aplicar para o visto E-2.

Ligue para (11)3675-1357
  • Black Facebook Icon

facebook.com/prosperausaconsultancy

Venha nos visitar

Rua Cardoso de Almeida, 788 - 11° andar, sala 111

7350 Futures Drive, suíte 18

 32819 - Orlando, FL - USA

Atendimento

No Brasil:

Segunda a sexta das 9h às 18h

Nos EUA:

Segunda a sexta das 10am às 4pm